|
|

Semana 5 - Quarta-feira

Série: CRISTO, PODER DE DEUS e SABEDORIA DE DEUS

Mensagem: TUDO FAÇO POR CAUSA DO EVANGELHO – (1 CO 9:16-17, 23)

Leitura Bíblica: 2 Rs 4:8-10; At 18:1-3

Ler com Oração: E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas! (Rm 10:15).

O Servo Fiel e Prudente

R$ 25,00




COOPERADORES DAQUELES QUE VIVEM DO EVANGELHO

A Primeira aos Coríntios é uma carta cheia de detalhes, onde, em cada versículo, podemos extrair lições preciosas. No capítulo nono, Paulo começa a expor o descaso dos coríntios para com seu apostolado: “Não sou eu, porventura, livre? Não sou apóstolo? Não vi Jesus, nosso Senhor? Acaso, não sois fruto do meu trabalho no Senhor? Se não sou apóstolo para outrem, certamente, o sou para vós outros; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor. A minha defesa perante os que me interpelam é esta: não temos nós o direito de comer e beber?” (vs. 1-4). Nesses versículos Paulo nos mostra que o apóstolo, o servo de Deus, tem o direito de ser sustentado; no entanto, os coríntios apenas o criticavam, não se importavam com ele e tampouco cuidavam dele. Assim, por não poder contar com a ajuda dos coríntios, teve de trabalhar com as próprias mãos (cf. At 18:1-3).

As palavras do apóstolo aos coríntios revelam seu lado humano e a responsabilidade que tinha como despenseiro de Deus. Por outro ponto de vista, também nos mostram que aqueles que são beneficiados pelo ministério de um servo de Deus devem cooperar com seu sustento, conforme é indicado nos versículos seguintes: “Pois o que lavra cumpre fazê-lo com esperança; o que pisa o trigo faça-o na esperança de receber a parte que lhe é devida. Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais? Se outros participam desse direito sobre vós, não o temos nós em maior medida? Entretanto, não usamos desse direito; antes, suportamos tudo, para não criarmos qualquer obstáculo ao evangelho de Cristo. Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (1 Co 9:10b-14).

Diante disso, precisamos lembrar-nos de nossos irmãos que são missionários, pois eles se entregaram a servir ao Senhor deixando seus empregos. Apesar de serem ajudados, essa ajuda é muito pequena; quando muito, é suficiente apenas para alimentação e moradia. Por causa disso instituímos o Dia do Missionário Regional, que ocorreu este ano em 14 de Abril, e o Dia do Missionário Internacional, que será dia 20 de Outubro. Nosso intuito é conceder a você, amado leitor, a oportunidade de cooperar com aqueles que deixaram tudo para servir a Deus e de demonstrar gratidão pelo serviço que desempenham. Todo o valor arrecadado nesses dois dias será destinado às necessidades pessoais de cada missionário a fim de atender a demandas médicas e familiares, que, na maioria das vezes, não podem ser supridas por ofertas regulares. Nosso desejo é investir nos servos de Deus, investir no evangelho. Muitas vezes faltam recursos até para participarem de conferências e reuniões. Sim, por um lado devem depender de Deus para terem supridas as suas necessidades. Por outro lado, porém, todos nós devemos ser aqueles que cooperam com o sustento dos que servem ao Senhor em tempo integral. Ser-nos-ia uma vergonha deixar faltar recursos a esses irmãos. Que o Senhor nos dê a graça de cooperar com Seus servos (2 Rs 4:8-10)!





Pergunta: De que maneira você tem cooperado com aqueles que vivem do evangelho?

Meu Ponto Chave:

_______________________________________________________________

Leitura de Apoio da Semana:

“O servo fiel e prudente” – caps. 3 e 6 – Dong Yu Lan.

Desenvolvido por Centersite - Editora Árvore da Vida © 2019 - Todos os Direitos Reservados