|
|

Semana 3 - Quinta-feira

Série: DEUS NOS CHAMA PARA O SEU REINO E GLÓRIA

Mensagem: CUIDAR DA FÉ NOS TEMPOS DO FIM – 1 TS 3:2, 10

Leitura Bíblica: Sl 139:1-5; Is 52:12; Ap 2:9-10

Ler com Oração: Fortalecendo a alma dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé; e mostrando que, através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus (At 14:22).

Kit especial (1): O PODER DO EVANGELHO + A VINDA DE CRISTO É CERTA

R$ 20,00




“CONHEÇO A TUA TRIBULAÇÃO”

A volta do Senhor está próxima. Estamos vivendo nos tempos do fim, e Deus não quer que nossa fé se abale com as aflições dos últimos dias, mas seja preservada. Ainda nesse encargo de cuidar da fé, Paulo revela sua preocupação com os tessalonicenses: “Foi por isso que, já não me sendo possível continuar esperando, mandei indagar o estado da vossa fé, temendo que o Tentador vos provasse, e se tornasse inútil o nosso labor” (1 Ts 3:5). Qual era o temor de Paulo? Era que, ao chegarem as tribulações, o tentador atacasse, tornando inútil todo o trabalho que ele e Timóteo realizaram.

Amados irmãos, sabemos que não é fácil passar por provas de tribulações. Cremos que todos nós, em medidas diferentes, enfrentamos aflições. Muitos, nestes tempos de pandemia, perderam entes queridos, bens materiais e empregos estáveis. E, quando o tempo da tribulação é longo, há o perigo de que vacilemos e nossa fé seja abalada.

O Senhor quer encorajar-nos e cuidar de nossa fé. Para que sejamos ajudados, vejamos o exemplo de perseverança da igreja em Esmirna em meio aos sofrimentos: “Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver: Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás. Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte” (Ap 2:8-11).

Entendamos, por partes, essa porção tão preciosa que o Senhor dispensou à igreja em Esmirna: “Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver”. O Senhor diz que Ele é Aquele que morreu, mas ressuscitou. Ele venceu a morte. Dizer que Ele é o Primeiro e o Último significa que Ele está à nossa frente, mas também está atrás de nós, protegendo-nos e conduzindo. Ele é o primeiro, mas também é o último. Caso fiquemos para trás e nos sintamos desmotivados, lembremos que Ele também é o último e nos encoraja a continuar. Quando olharmos para trás, encontraremos o Senhor, com Seu amor, a nos encorajar. Estamos cercados por Seus cuidados (Sl 139:1-5).

Em Isaías, lemos: “Porquanto não saireis apressadamente, nem vos ireis fugindo; porque o SENHOR irá adiante de vós, e o Deus de Israel será a vossa retaguarda” (52:12). Não é maravilhoso saber que o Senhor está à nossa frente, mas também está na retaguarda? Amados irmãos, nos momentos de tribulação não estamos sozinhos. O Senhor está nos conduzindo. Ele passa conosco cada etapa das aflições. Podemos seguir confiantes e firmes, pois Ele cuida de nossa fé nesses tempos finais.

O Senhor continua encorajando a igreja em Esmirna ao dizer: “Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico)” (Ap 2:9). Que palavra de consolo! O Senhor está dizendo: “Eu conheço tua tribulação e sei o que estás passando”. Os irmãos de Esmirna tinham perdido muitas coisas, além dos bens materiais, porém, mesmo com as perdas causadas pelas tribulações, o Senhor disse: “Mas tu és rico”. Louvado seja o Senhor! Podemos perder muitas coisas durante um longo período de tribulação, como entes queridos, bens materiais ou ser acometidos por doenças. Contudo o Senhor diz que somos ricos. Ele é nosso verdadeiro tesouro, e nada poderá abalar essa riqueza que está em nosso interior.

O Senhor continua falando palavras de ânimo e refrigério: “Não temas as coisas que tens de sofrer” (Ap 2:10). Não tenhamos medo de sofrer por causa do Senhor. Continuando a leitura do versículo 10: “E tereis tribulação de dez dias”. O Senhor diz para não termos medo diante dos sofrimentos e revela que as tribulações têm início e fim. Elas não são eternas, mas passageiras. Amados irmãos, o Senhor afirma: “Você está passando por essa tribulação, mas ela terá fim. Eu limitei o tempo das tribulações em sua vida. Vai haver fim!”. Louvado seja o Senhor!





Pergunta: Qual era o temor de Paulo em relação aos tessalonicenses?

Meu Ponto Chave:

_________________________________________________________________

Leitura de Apoio da Semana:

“Vem, agora, e Eu te enviarei” – cap. 3 – Miguel Ma.

“O viver cristão nos tempos finais” – cap. 7 – Miguel Ma.


Desenvolvido por Centersite - Editora Árvore da Vida © 2021 - Todos os Direitos Reservados